Última hora

Última hora

Filândia em estado de choque

Em leitura:

Filândia em estado de choque

Tamanho do texto Aa Aa

O jovem que esta quarta-feira assassinou oito pessoas numa escola no sul da Filândia, acabou por falecer num hospital de Helsínquia. Pekka-Eric Auvinem de 18 anos deixou o país em estado de choque, depois de executar o massacre antes anunciado num vídeo no Youtube.

Os disparos atingiram mortalmente sete alunos e a directora do liceu Jokela, em Tassula. Doze pessoas foram hospitalizadas.

Após o tiroteio, a escola foi de imediato evacuada…Os cerca de 500 estudantes foram apoiados por várias equipas socorro e psicólogos

As razões que levaram o jovem estudante de Filosofia e história a cometer o massacre são ainda pouco claras. Sabe-se que Auvinem praticava tiro desportivo, admirava Hitler e se assumia como anti-social.

As vigilias funebres multiplicam-se um pouco por todo o país. O presidente Tarja Halonen já enviou uma mensagem, de condilências aos familiares das vitimas.

O tiroteio desta quarta feira lançou o debate sobre a regulação de porte de armas. A caça é uma das actividades mais populares no país e adquirir uma arma tornou-se prática corrente. 56 filandesses, em cada 100 possuem uma. Mas o governo admite, agora, alterar esta situação.