Última hora

Última hora

Saakchvili anuncia eleição presidencial antecipada

Em leitura:

Saakchvili anuncia eleição presidencial antecipada

Tamanho do texto Aa Aa

Perante a pressão da rua e as críticas internacionais o presidente Mikail Saakchvili anunciou a realização de uma eleição presidencial para o dia cinco de Janeiro. Uma decisão que surge depois de uma semana de violência entre polícia e manifestantes da oposição e que levou o governo a decretar o estado de emergência em todo o país durante quinze dias.
A NATO acusou hoje as autoridades georgianas de desrespeitarem os valores euro-atlânticos, já antes a União Europeia e os Estados Unidos tinham apelado às duas partes à contenção.

O presidente georgiano acusa Moscovo de estar por detrás dos incidentes e expulsou três diplomas russos. A Rússia qualificou como uma “provocação política irresponsável” a decisão da Geórgia e prometeu responder na mesma forma. A situação degenerou em violência entre a polícia e milhares de manifestantes que reclamam pelo sétimo dia consecutivo a demissão de Mikail Saakachvili a quem acusam de corrupção e autoritarismo. As autoridades suspenderam entretanto as emissões de duas estações televisivas consideradas próximas da oposição.
Os motins fizeram 250 feridos.