Última hora

Última hora

França e Reino Unido assinalam 89 anos do fim da I Guerra Mundial

Em leitura:

França e Reino Unido assinalam 89 anos do fim da I Guerra Mundial

Tamanho do texto Aa Aa

O Armistício da Primeira Guerra Mundial aconteceu há exactamente 89 anos e foi assinalado este Domingo com pompa e circunstância em França e no Reino Unido.

Um dos dois únicos veteranos franceses do conflito ainda vivos, Lazaro Ponticelli de 109 anos, marcou a data no monumento aos caídos em Kremlin-Bicêtre, nos arredores de Paris.

O presidente francês deu um “toque pessoal” às comemorações junto ao Arco do Triunfo. Em vez do silêncio que marcou a presença dos antecessores, Nicolas Sarkozy rompeu com a tradição e decidiu tomar a palavra: “Hoje, ao recordarmos, celebramos o futuro. Um futuro de paz, um futuro de fraternidade entre as nações, um futuro de compreensão e de solidariedade entre os povos. A este futuro, demos-lhe um nome, a Europa.”

No Reino Unido, o aniversário do fim da Primeira Guerra Mundial coincidiu este ano com o “Remembrance Sunday”, ou domingo da recordação, que lembra os britânicos que perderam a vida em todos os conflitos armados.

A Rainha presidiu às celebrações, acompanhada pela família real, membros do governo e milhares de veteranos de guerra.

Vestido em uniforme, o Príncipe William, que normalmente apenas assiste ao acto, seguiu os passos da monarca e depositou pela primeira vez uma coroa de flores no Cenotáfio de Whitehall, em Londres.