Última hora

Última hora

Começa o julgamento do "pastor de Cargèse"

Em leitura:

Começa o julgamento do "pastor de Cargèse"

Tamanho do texto Aa Aa

Começou em Paris o julgamento de Yvan Colonna, principal suspeito do mais grave crime político em três décadas de violência independentista na Córsega.

Detido em Julho de 2003 após quatro anos em fuga, o chamado “pastor de Cargèse” é o suposto autor material do assassinato do Prefeito da ilha francesa Claude Erignac, em 1998.

Colonna clama inocência e diz ter fugido às autoridades porque acreditava que estava condenado de antemão.

Um advogado da equipa de Defesa diz que o cliente “não teme o julgamento, pelo qual esperava há muito tempo”. Acrescenta que Colonna “está determinado a pôr a descoberto a verdade e a provar a inocência”.

O processo deverá durar um mês e o réu enfrenta uma pena de prisão perpétua. Colonna também é julgado pelo assalto a uma esquadra de polícia em 1997, durante o qual foi roubada a arma usada para matar Erignac.

O mais alto representante do Estado francês na Córsega foi assassinado com três balas na cabeça a 6 de Fevereiro de 1998.

Dois processos anteriores resultaram na condenação de seis homens, membros do chamado “Grupo dos Anónimos”, célula nacionalista dissidente do principal grupo independentista corso.