Última hora

Última hora

Doze mortos e mais de cem feridos no aniversário da morte de Arafat

Em leitura:

Doze mortos e mais de cem feridos no aniversário da morte de Arafat

Tamanho do texto Aa Aa

A comemoração do terceiro aniversário da morte de Yasser Arafat na cidade de Gaza terminou em tragédia. Pelo menos doze pessoas perderam a vida e mais de cem ficaram feridas em confrontos entre apoiantes da Fatah, facção do presidente da Autoridade Palestiniana Mahmud Abbas, e elementos da polícia vinculados ao Hamas, que controla a Faixa de Gaza.

O movimento islâmico assegura que militantes da Fatah dispararam sobre as autoridades que controlavam o evento. Várias testemunhas acusam as forças do Hamas de ter agredido e aberto fogo sobre os manifestantes.

A concentração para assinalar a morte do líder histórico dos palestinianos, na praça Al-Khatiba em Gaza, reuniu entre 250 e 300 mil pessoas, segundo os organizadores.

O evento tinha sido autorizado pelo Hamas, mas foi seguido de perto por centenas de agentes da sua Força Executiva.

Milhares de pessoas hasteavam bandeiras amarelas da Fatah, na primeira demonstração de força da facção de Abbas desde que o Hamas assumiu o controlo da região em Junho.