Última hora

Última hora

Benazir Butto em prisão domiciliária

Em leitura:

Benazir Butto em prisão domiciliária

Tamanho do texto Aa Aa

Foi decretada prisão domiciliária por um período de uma semana para Benazir Butto, a líder da oposição paquistanesa. A decisão foi tomada na véspera de uma manifestação, já considerada pelas autoridades como ilegal, contra o estado de emergência decretado pelo presidente Pervez Musharraf.

Butto pretendia liderar o protesto que deveria durar três dias. Está previsto um desfile a começar em Lahore às primeiras horas da manhã de hoje para acabar em Islamabad.

Em Londres, tal como nos Estados Unidos, o desagrado aumenta. Todos os dias há apelos internacionais ao presidente no sentido da reposição da democracia.

Na reunião anual da Comonwealth, o primeiro-ministro Gordon Brown apoiou a decisão de suspender o Paquistão da organização caso não seja levantado o estado de emergência.

O regime de excepção já dura há 10 dias e Musharraf alegou ser a única forma de pôr termo à violência extremista no país. Para tentar acalmar os ânimos, marcou legislativas para 9 de Janeiro mas diz que se vai manter no cargo de chefe das forças armadas até serem conhecidos os resultados eleitorais.