Última hora

Última hora

Greve ameaça fazer descarrilar a economia alemã

Em leitura:

Greve ameaça fazer descarrilar a economia alemã

Tamanho do texto Aa Aa

A maior economia europeia encontra-se em marcha lenta desde ontem. A greve dos ferroviários pertubou 40% do transporte de mercadorias do país, bloqueando a produção de diversas fábricas e ameaçando o escoamento de mercadorias no porto de Hamburgo.

As autoridades portuárias afirmam que o espaço nos terminais começa a escassear e que poderá esgotar-se nos próximos dois dias, caso a greve prossiga. Uma das responsáveis fala já de atrasos na expedição de mercadorias. “Desde a manhã, que a nossa capacidade de expedir mercadoria reduziu-se a metade, e tememos que a situação possa piorar. O ritmo dos carregamentos diminuiu nos terminais ferroviários, o que quer dizer que as mercadorias não serão entregues nos prazos previstos”.

Como consequência imediata da paralisação várias fábricas de construção de automóveis tiveram que procurar soluções alternativas de transporte por camião. Em Bruxelas uma fábrica da Audi teve mesmo que cancelar a produção, devido ao atraso na entrega de carroçarias provenientes da Alemanha.