Última hora

Última hora

Parlamento italiano adia votação do orçamento

Em leitura:

Parlamento italiano adia votação do orçamento

Tamanho do texto Aa Aa

A votação do orçamento do governo italiano para 2008 foi adiada devido à pressão da oposição liderada por Silvio Berlusconi,da Forza Italia. O voto final deverá ter lugar esta noite no senado, onde o governo de Romano Prodi dispõe de uma frágil maioria.

Contrariamente à crise de Fevereiro, em que a coligação de centro-esquerda ficou refém da esquerda radical, desta vez, são dois senadores centristas que ameaçam chumbar o texto.

“A crise da maioria é visível. Eles não estão unidos por isso tiveram de adiar a votação do artigo 91. Não tinham a maioria para aprová-lo”, disse Renato Schifani, da Forza Italia.

O artigo 91, rejeitado pela oposição, fixa um salário máximo para os dirigentes das empresas públicas.

Apesar da agitação política, a representante da coligação mostrou-se calma.

“Estamos serenos. Já votámos centenas de vezes e estamos prontos para o voto final sobre o orçamento”, afirmou Anna Finocchiaro, membro da Ulivo que faz parte da coligação governamental.

Mas Prodi está sob pressão. Silvio Berlusconi reclama eleições antecipadas. Enquanto isso, a imprensa reflecte a desilusão dos italianos. O jornal “Sole 24 ore” denuncia uma “maioria deficiente” e uma “oposição estéril”.