Última hora

Última hora

Protesto de radicais na festa do rei

Em leitura:

Protesto de radicais na festa do rei

Tamanho do texto Aa Aa

A festa do rei dos Belgas realizou-se esta quinta-feira em clima de tensão devido à crise política. À chegada da família real à Catedral Saint Michel e Gudule, em Bruxelas, alguns radicais flamengos clamaram pelo fim da Bélgica e da monarquia. Acção que a polícia pôs fim rapidamente. O rei Albert II esteve ausente da cerimónia, uma ausência prevista pelo protocolo uma vez que o soberano não participa na sua própria festa. Vários elementos da classe política assistiram ao Te Deum celebrado pelo cardeal Daneels em língua flamenga.

O país atravessa a mais grave crise institucional da sua história recente. Há 158 dias que o executivo cessante se encontra em gestão corrente devido à incapacidade de flamengos e francófonos se colocarem de acordo para formar governo.