Última hora

Última hora

Governo de Prodi não cai

Em leitura:

Governo de Prodi não cai

Tamanho do texto Aa Aa

Romano Prodi tem razões para estar satisfeito. Sobreviveu a mais uma prova de fogo no Senado italiano e, ao contrário do que muitos previam nos últimos dias, vai continuar a chefiar o governo. O Orçamento de Estado para 2008 foi aprovado com 161 votos a favor e 157 contra. A votação deveria ter tido lugar na quarta-feira mas a oposição conseguiu adiar os traballhos na esperança de recolher maiores apoios para chumbar o documento.

No entanto, Lamberto Dini, ex-presidente do Conselho, mudou de ideias à última hora e permitu a aprovação do orçamento, mesmo que por uma curta maioria. Dini justificou o apoio repentino ao Orçamento de 2008 com o sentido de responsabilidade que considera ser necessário adoptar.

Mas a situação não foi pacífica e a parlamentar do grupo maioritário L’Ulivo, Angela Finocchiaro denuncia a tentativa de compra de votos com dinheiro e diz que tal prática de senadores só se pode chamar corrupção política

O voto do orçamento coincidiu com uma campanha perpetrada pela oposição de Silvio Berlusconi para recolher cinco mil assinaturas a exigir a realização de eleições antecipadas.

A estratégia não resultou mas Silvio Berlosconi afirmou aos jornalistas que a queda do governo é só uma questão de tempo.