Última hora

Última hora

Explosão em mina provoca 63 mortos

Em leitura:

Explosão em mina provoca 63 mortos

Tamanho do texto Aa Aa

Trinta e sete mineiros continuam desaparecidos a mais de mil metros de profundidade, no interior da mina de Zasadko, em Donetsk, no Leste da Ucrânia. Uma explosão de gás metano dentro de uma das galerias tinha, esta manhã, surpreendido os mais de 400 trabalhadores que se encontravam no interior.

A maioria conseguiu escapar, 63 foram retirados sem vida. As autoridades ucranianas abriram já um inquérito às causas do incidente, naquela que é considerada uma das mais perigosas zonas mineiras do mundo.

O ainda primeiro-ministro ucraniano, Viktor Yanukovitch deslocou-se a Donetsk, a sua terra natal e bastião político, para afirmar que todas as regras de segurança tinham sido respeitadas no interior da mina. No conturbado cenário político ucraniano, o presidente Viktor Yushenko tinha acusado o governo de nada ter feito para melhorar a segurança nas instalações.

Segundo os sindicatos de mineiros, os actos de negligência são frequentes numas instalações degradadas e onde os trabalhadores possuem um equipamento obsoleto.

Um dos 28 trabalhadores feridos na explosão relata como teve que tactear no escuro para regressar à superfície.

O governador de Donetsk declarou já três dias de luto em nome dos mineiros falecidos na explosão. Só em 2006 foram 170 os trabalhadores mortos em incidentes similares.