Última hora

Última hora

Fim da greve dos transportes públicos franceses à vista

Em leitura:

Fim da greve dos transportes públicos franceses à vista

Tamanho do texto Aa Aa

É o fim anunciado de uma greve dos transportes públicos franceses que já vai no seu nono dia. De acordo com a a direcção da empresa dos caminhos ferroviários franceses, SNCF, a taxa de grevistas está em baixa, com apenas 14,5 por cento esta quinta-feira, contra 22,8 por cento ontem.

Das 45 assembleias gerais organizadas esta manhã, 42 votaram a suspensão da greve, ainda de acordo com a direcção da SNCF. No metro de Paris uma utente referia que a greve “é grave e é terrível, mas os franceses merecem por terem escolhido Nicolas Sarkozy para presidente.”

Apesar de haver mais transportes públicos em funcionamento do que o que tem vindo a acontecer, as filas de trânsito essas permanecem as mesmas. Um automobilista parisiense diz-se cansado. “É cansativo porque a greve já dura há oito dias, mas é assim, cada um exprime-se como pode. Eles podem exprimir-se, nós, no privado, não podemos, portanto sofremos as consequências calmamente”, sublinha.

Os sindicatos acolheram favoravelmente várias propostas feitas pela SNCF, mas o governo mantém a intenção de aumentar de 37 anos e meio para 40 anos o tempo de descontos para os trabalhadores das empresas públicas de transporte e de energia.