Última hora

Última hora

Sondagens prevêem derrota de Howard no sábado

Em leitura:

Sondagens prevêem derrota de Howard no sábado

Tamanho do texto Aa Aa

Parece estar a chegar ao fim o longo percurso de John Howard enquanto primeiro-ministro australiano. As sondagens indicam uma vitória do Partido Trabalhista nas legislativas de sábado.

A campanha eleitoral de Howard ficou marcada por alguns erros. Um dos quais foi a distribuição de panfletos de campanha do seu partido que ligavam o Partido Trabalhista, na oposição, a uma organização islamita.

O primeiro-ministro defende-se. “Não tive nada a ver com o sucedido e os trabalhistas sabem disso. Quando tomei conhecimento condenei a situação.”

Se as sondagens estiverem correctas, o líder trabalhista Kevin Rudd, de 50 anos, vai ser eleito primeiro-ministro nas eleições de sábado.

O líder trabalhista prometeu durante a campanha que a prioridade do seu futuro governo será a de mudar as leis laborais de John Howard por considerar que muitos trabalhadores não beneficiaram em nada com os 17 anos de crescimento económico australiano.

No seu último discurso de campanha, Rudd referiu que quer que a Austrália seja “líder na luta global contra a pobreza, contra a doença e o subdesenvolvimento, começando pela nossa região, pelo nosso bairro, pelo nosso jardim.”

Em relação ao Iraque, Rudd defendeu que “chegou
o momento de criar uma estratégia de retirada das forças de combate” australianas do país.

Uma vitória de Rudd representará o fim de 11 anos e meio de governação conservadora, o que isolará ainda mais George W. Bush na cena internacional.