Última hora

Última hora

Lahoud declara estado de emergência

Em leitura:

Lahoud declara estado de emergência

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente libanês Emile Lahoud proclamou estado de emergência no país. O anúncio surge depois dos parlamentares não terem chegado a um acordo sobre o sucessor do actual Chefe de Estado, cujo mandato termina hoje à meia-noite.

A oposição pró-síria cumpriu as ameaças e boicotou pela quinta vez a escolha do novo presidente.

Face à ausência de quórum a sessão foi adiada para a próxima sexta-feira.

A maioria anti-síria sustenta, que o governo de Siniora deveria assumir os poderes presidenciais até nova eleição.

Milhares de polícias encontram-se estacionados junto ao Parlamento e outros edifícios públicos depois de vários deputados terem sido alvo de ameaças.

Um deputado anti-sírio considera que não se trata de um vazio de poder. Embora, não exista um novo presidente a partir da meia noite, sustenta, que há um governo capaz de assumir o controlo do país durante dias ou semanas.

Um parlamentar pró-sírio garante que todos estão a tentar manter a calma e a procurar a melhor solução para escolher o novo presidente. acrescentando, que até lá a segurança do país estará a cargo do exército.

A passagem dos poderes ao comandante do Exército poderia ser uma opção, mas que a maioria anti-síria recusa-se a aceitar esta hipótese

Muitos analistas temem que o vazio no poder gere dois governos paralelos e aumente a violência no país.