Última hora

Última hora

Líbano adia escolha do Chefe de Estado

Em leitura:

Líbano adia escolha do Chefe de Estado

Tamanho do texto Aa Aa

O escrutínio presidencial libanês foi adiado para 30 de Novembro devido à falta de quórum parlamentar. Confirmam-se, assim, os piores receiros depois das ameaças dos deputados da oposição pró-síria, que voltam a boicotar a votação pela quinta vez em dois meses.

O mandato do actual de Chefe de Estado, Emile Lahud, termina à meia-noite. A Constituição obriga que o novo presidente seja eleito pelo Parlamento com dois terços dos votos, na primeira votação. As tentativas de mediação internacionais revelaram-se até ao momento infrutíferas.

Os analistas temem que pelas consequências desta crise política. Entre elas estão as divisões internas, a criação de um vazio de poder prolongado ou a formação de dois governos paralelos como aconteceu durante a guerra civil.