Última hora

Última hora

Brown anuncia devolução de donativo ilegal ao Partido Trabalhista

Em leitura:

Brown anuncia devolução de donativo ilegal ao Partido Trabalhista

Tamanho do texto Aa Aa

A popularidade dos Trabalhistas no Reino Unido já não é o que era e o recente escândalo envolvendo donativos não declarados ao partido só dificulta a vida do primeiro-ministro.

Peter Watt, secretário geral dos trabalhistas, demitiu-se ontem depois da imprensa ter revelado que um empresário doou anonimamente 835 mil euros ao partido, contrariando a lei britânica.

Hoje, o primeiro-ministro abordou a polémica na habitual conferência de imprensa mensal. Gordon Brown afirmou que o caso era inaceitável e que o dinheiro seria devolvido.

O promotor imobiliário que deu o dinheiro, David Abrahams, conseguiu a autorização para construir numa zona, que lhe tinha sido negada anteriormente. Gordon Brown afirmou que conhecia Abrahams mas que não se recordava de ter falado com ele sobre donativos.

Foi o mesmo empresário que, em nome de uma funcionária, financiou a campanha da deputada Harriet Harman, figura chave do partido, numa eleição interna dos trabalhistas.

Este escândalo não ajuda os trabalhistas a recuperarem a popularidade. Segundo uma sondagem, a oposição conservadora tem uma vantagem de 13 pontos, o mais alto nível desde o tempo de Margaret Thatcher.