Última hora

Última hora

Acordo de coligação lança Timoshenko para a chefia do governo de Kiev

Em leitura:

Acordo de coligação lança Timoshenko para a chefia do governo de Kiev

Tamanho do texto Aa Aa

Bem espremida, a laranja lá conseguiu dar sumo na Ucrânia. Os partidos ligados à revolução de chegaram a acordo para formar uma coligação, em princípio, chefiada por Yulia Timoshenko.

Há muito que a revolução laranja azedou, com as duas metades políticas divididas, degladiando-se pelo poder. Agora, após semanas de negociações, os partidos do presidente Victor Youchenko e de Yulia Timoshenko conseguiram formar uma coligação que contará com uma maioria instável no Parlamento de apenas 2 deputados.

Mesmo assim, Timoshenko está confiante:

“Pensamos que a partir de hoje vamos agir como uma equipa unida. Para trás fica o tempo de dois pesos e duas medidas. Temos a possibilidade agora de formar um governo eficaz e de fazer nascer a esperança numa transformação profunda e metódica do país”.

Erradicar a corrupção é a prioridade de Timoshenko.

O partido Nossa Ucrânia, do presidente Youshenko, e o bloco de Timoshenko venceram as legislativas de Setembro com uma curta maioria de 228 lugares nos 450 que compõem o parlamento de Kiev.

Mas 1 deputado não assinou o acordo de coligação, o que deixa muito pouca margem de manobra ao futuro governo pró-ocidental da Ucrânia.