Última hora

Última hora

Suíça lança campanha na Nigéria e Camarões contra imigração ilegal

Em leitura:

Suíça lança campanha na Nigéria e Camarões contra imigração ilegal

Tamanho do texto Aa Aa

O sonho europeu pode transformar-se num pesadelo, esta é a mensagem de uma campanha de sensibilização para os riscos da imigração ilegal, difundida desde a semana passada na Nigéria e nos Camarões. A iniciativa é da Organização Internacional para as Migrações, com o apoio da Comissão Europeia e do governo suíço que, no passado, já financiou campanhas similares na Albânia e na Romênia. No vídeo difundido na televisão pública Nigeriana, um pai, retratado numa confortável sala algures em África, fala ao telefone com o filho, imigrante ilegal na Europa, que lhe mente sobre as condições da sua estadia.

Uma forma, também, de sublinhar que Genebra deixou de reconhecer o estatuto de asilado político aos imigrantes da Nigéria e Camarões. O responsável do organismo federal suíço das migrações, Eduard Gnesa, justifica desta forma a campanha:

“Constatámos que a maioria dos imigrantes nigerianos e camaroneses, face à impossibilidade de pedir asilo político, acabam por caír na ilegalidade, no mercado negro e na exploração. E é esta situação que pretendemos evitar”.

Até hoje a Suíça tem-se mostrado discreta relativamente a este tipo de campanhas mediáticas, cujos efeitos são difíceis de avaliar. Agora, o país reclama o apoio da União Europeia para generalizar estas acções aos países de origem dos milhares de imigrantes ilegais que anualmente afluem à Europa.