Última hora

Última hora

Sudão dificulta acesso de militares da ONU ao Darfur

Em leitura:

Sudão dificulta acesso de militares da ONU ao Darfur

Tamanho do texto Aa Aa

O Sudão continua a dificultar o destacamento dos militares da ONU para a região do Darfur, o alerta vem do chefe militar da força de paz da União Africana destacada no território, que critica também o atraso dos países ocidentais no envio de tropas e equipamento militar para a região. Após meses de pressão internacional, Cartum tinha aceite a presença de 9 mil capacetes azuis na região, a partir de Janeiro.

Um número muito distante dos 26 mil homens prometidos e necessários para patrulhar uma zona do tamanho da França onde, segundo o general Jean-Marie Guehenno, “existe a possibilidade do conflito se reacender a todo o momento. “e queremos pôr fim ao sofrimento no Darfur, temos que consegui-lo, apesar das pressões do governo sudanês e nações aliadas, é este o grande desafio”.

O general afirma que, a semanas do prazo estabelecido, as tropas da ONU não dispõem ainda dos aquartelamentos prometidos por Cartum de el-Geneina e Zalenguei no Oeste do Darfur.

A força da União Africana continua igualmente à espera de 24 helicópteros militares prometidos por várias nações ocidentais. Até agora apenas 6 mil militares da UA patrulham a zona abalada por um conflito que fez mais de 2 mil mortes e dois milhões de refugiados.