Última hora

Última hora

Ofensiva diplomática do novo primeiro-ministro polaco em Bruxelas

Em leitura:

Ofensiva diplomática do novo primeiro-ministro polaco em Bruxelas

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro polaco, Donald Tusk, esteve hoje reunido com o presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, para tentar aproximar a Polónia da União Europeia, após os bloqueios permanentes dos gémeos nacionalistas Kaczinsky.

“Aproveitámos esta ocasião para abordar um grande conjunto de questões, algumas espinhosas. Mas há confiança mútua e diálogo entre parceiros. Se as duas partes estão prontas para serem co-responsáveis pelo projecto como um todo, é possível chegar a um acordo muito depressa”, disse o chefe de governo liberal eleito a 16 de Novembro.

Na mesma ocasião, Donald Tusk incitou os 27 a mostrarem-se mais firmes perante a violação das regras democráticas na Rússia.

A Comissão Europeia mostrou-se apreensiva perante as denúncias de irregularidades durante as legislativas russas de Domingo mas não assumiu uma posição formal sobre a matéria.

No seu primeiro discurso diante do parlamento, em Varsóvia, Tusk afirmou que o governo não vai assinar a Carta Europeia dos Direitos Fundamentais por respeito para com o acordo negociado pelo executivo anterior.