Última hora

Última hora

Tragédia ecológica na costa sul coerana

Em leitura:

Tragédia ecológica na costa sul coerana

Tamanho do texto Aa Aa

Toneladas de crude derramados de um navio acidentado atingiram a costa sul coreana confirmando os piores receios dos ecologistas. Uma matéria negra e viscosa cobre as praias, as águas são negras e nesta altura desconhece-se ainda o impacto enconómico para a região desta catástrofe ambiental.

Na origem do acidente está um petroleiro com bandeira de Hong Kong que colidiu com outro navio nas águas da costa ocidental da Coreia do Sul tendo derramado cerca de 15.000 toneladas de “crude”. A colisão fez três rombos no casco do petroleiro Hebbei Spirit, de 146.000 toneladas, provocando o derrame. Um milhar de pessoas entre polícias, militares e cerca de 600 voluntários trabalham agora para limitarem a propagação da poluição. O último acidente com esta dimensão a atingir a Coreia do Sul produziu-se em 1995 depois de um pteroleiro ter embatido num rochedo e espalhado cerca de cinco mil toneladas de petróleo. As autoridades sul coreanas afirmaram já que a actual maré negra é a pior tragédia ambiental da sua história.