Última hora

Última hora

Sérvios da Bósnia elegem novo presidente

Em leitura:

Sérvios da Bósnia elegem novo presidente

Tamanho do texto Aa Aa

Os sérvios da Bósnia são hoje chamados às urnas para eleger o novo presidente da Republica Srpska. 1 milhão e 100 mil eleitores escolhem entre 10 candidatos o sucessor de Milan Jelic, cuja morte em Setembro provocou a organização destas eleições antecipadas.

Contra a posição da União Europeia, que exige o reforço do poder central na Bósnia, os candidatos a presidência da Republica Srpska convergem todos na ideia de defender a autonomia da entidade com capital em Banja Luka. Republica Srpska e Federação Croato-Muçulmana só sob muita pressão da Europa é que têm avançado alguma coisa na instauração de um poder central, mais de 12 anos após o final da guerra.

Segundo as sondagens, Rajko Kuzmanovic, o candidato da União dos Sociais-Democratas, no poder, é o favorito na corrida à presidência da entidade. O político de 76 anos conta com ligeira vantagem sobre Mladen Ivanic. O ex-ministro dos negócios estrangeiros, de 49 anos e líder do Partido do Progresso Democrático, não tem um discurso muito diferente de Kuzmanovic, prometendo defender a todo o custo os interesses dos sérvios da bósnia e da Republica Srpska.

A lista de favoritos ao triunfo completa-se com Ognjen Tadic. O advogado de 33 anos do Partido Democrático Sérvio é o mais novo dos 3 candidatos. Seja qual for o resultado o combate entre a República Srpska e a Federação Croato-Muçulmana só perde intensidade com as promessas de aproximação da Bósnia à União Europeia.