Última hora

Última hora

Salih Osman recebeu Prémio Sakharov 2007

Em leitura:

Salih Osman recebeu Prémio Sakharov 2007

Tamanho do texto Aa Aa

Pelo décimo nono ano consecutivo, o Parlamento Europeu entregou o Prémio Sakharov. Este ano a Salih Mahmoud Osman. O deputado e advogado sudanês foi recompensado pela sua incansável luta em defesa dos direitos humanos no Sudão, sobretudo, no Darfur.

Esta terça-feira, face aos eurodeputados, Osman pediu acção para acabar com o que diz ser um genocídio em curso na região sudanesa, onde o conflito armado dura há quatro anos.

Segundo Osman, a Europa tem a responsabilidade ética e moral de proteger os civis e seria melhor que enviasse tropas para o Darfur em vez de dinheiro que, esse, perde-se nas malhas da corrupção. E acrescentou: “As vítimas sentem-se desiludidas. Elas esperam novidades da vossa parte, povos da Europa. Os vossos líderes falam alto das políticas do governo sudanês no Darfur, mas até agora ainda não houve actos concretos para resolver a situação de forma forte e concreta”.

Osman, que denuncia também a impunidade que se vive no Sudão, já pagou caro a sua luta. Membro de uma organização de defesa dos direitos humanos, já esteve detido, sem acusação, vários familiares foram torturados e assassinados. Parte dos seus bens foram destruídos em acções de retaliação.