Última hora

Última hora

UE vai enviar missão de polícia para o Kosovo e quer acelerar adesão da Sérvia

Em leitura:

UE vai enviar missão de polícia para o Kosovo e quer acelerar adesão da Sérvia

Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia está decidida a assumir um papel de relevo no reforço da estabilidade no Kosovo, quando a independência da província sérvia parece uma inevitabilidade.

Na Cimeira Europeia que marcou o final da presidência portuguesa da União, os Vinte e Sete chegaram a acordo sobre o envio de uma missão civil e de polícia. Uma mensagem inequívoca, diz José Sócrates: “A decisão política que tomámos sobre o envio de uma missão de PESD para o Kosovo : este é, sem dúvida, o sinal mais claro que a União Europeia podia dar de que quer liderar a questão do Kosovo, o seu futuro desenvolvimento, e a paz naquela região.”

Os líderes europeus afirmaram também a vontade de acelerar o processo de adesão da Sérvia à União Europeia. Os Vinte e Sete acreditam que a integração da Sérvia na União pode ajudar a contrariar a escalada do nacionalismo sérvio, após a eventual independência do Kosovo, que nem todos os Estados membros aprovam.

Nicolas Sarkozy, deixou clara a posição da França: “Certamente que estão de acordo que para resolver a situação do Kosovo, o problema da Sérvia continua a existir. Se dissermos, como é a posição da França: ‘a independência do Kosovo é inaceitável’ e não dizemos nada aos sérvios, acham que vamos fazer avançar as coisas? É preciso tentar acalmar a situação.”

Mas a ideia não parece acalmar Vuk Jeremic, ministro sérvio dos Negócios Estrangeiros: “Este governo não vê a questão do estatuto do Kosovo e a adesão à União Europeia como coisas que possam ser compensadas entre si. Está fora de questão negociar isso.”

Em Belgrado, o primeiro-ministro Vojislav Kostunica também já considerou “inaceitável” que uma força europeia seja enviada para o Kosovo. O envio, previsto, de 1800 homens, entre polícias e juristas, é visto por Belgrado como a intenção da Europa de criar um “Estado fantoche” em território sérvio.