Última hora

Última hora

Belgas encontram-se para debater diferenças

Em leitura:

Belgas encontram-se para debater diferenças

Tamanho do texto Aa Aa

A Bélgica termina o ano de 2007 assolada por uma crise política que parece interminável. A única solução poderá passar pela aproximação das comunidades flamenga e francófona.

Foi esse o objectivo que levou uma associação belga a promover encontros de ‘speed dating’ inter-comunitários. “Penso que nos começámos a ignorar de um lado e de outro e é absolutamente necessário que nos falemos”, afirmou um dos intervenientes na iniciativa.

Esta forma original de debate foi criada por que está convencido de que o mal da Bélgica tem a ver com a falta de diálogo. “Eu diria mais que é uma segunda lua de mel..creio simplesmente que nos queremos reencontrar”, acrescentou uma outra participante.

Embora os encontros sejam contra o separatismo, todos os pontos de vista são bem vindos: “Eu faço o meu melhor para mostrar os meus argumentos e para dizer porque é que penso que uma separação será melhor para a Flandres e a Valónia”.

Estes encontros foram organizados pela associação BPlus que elegeu como membro honorário Marie- Claire Houard, a impulsionadora de uma petição pela unidade da Bélgica, movimento que em Novembro juntou cerca 35 mil pessoas numa manifestação em Bruxelas.