Última hora

Última hora

Coligação internacional contra a pena de morte

Em leitura:

Coligação internacional contra a pena de morte

Tamanho do texto Aa Aa

A ONU aprovou uma resolução a favor da abolição da pena de morte no mundo, uma decisão aplaudida em Itália cuja diplomacia esteve na na origem da proposta. 130 países estão já dotados de legislação que proibe a aplicação da pena máxima ainda aplicada em muitos Estados.

Em Roma o chefe do conselho Romano Prodi não deixou de se congratular com a decisão tomada pelas Nações Unidas, “um dia histórico de que a Itália se orgulha por ter avançado com uma iniciativa que acabou por se transformar numa coligação internacional a favor do direito e da dignidade humana” declarou Prodi.

A votação da ONU teve lugar em Nova Iorque, um dia depois de New Jersey se ter tornado no primeiro estado norte americano a votar contra a aplicação da pena de morte.
A China e os Estados Unidos fazem parte dos Estados que defem e mantém ainda a aplicação da pena máxima já abolida na maior parte dos países da Europa. O Supremo Tribunal norte americanoano analisa nesta altura a constitucionalidade da execução por injecção letal.