Última hora

Última hora

Posições irreconciliáveis impedem acordo sobre estatuto do Kosovo

Em leitura:

Posições irreconciliáveis impedem acordo sobre estatuto do Kosovo

Tamanho do texto Aa Aa

Está posta de lado qualquer solução negociada entre albano-kosovares e sérvios em relação ao estatuto do Kosovo. O futuro da província esteve, esta quarta feira, em discussão no Conselho de Segurança da ONU, mas sem resultados. De acordo com o embaixador belga Johanhn Verbeke as duas partes apresentam “posições irreconciliáveis.”

Belgrado defende uma autonomia para a província meridional, mas os albano-kosovares mostram-se dispostos a declarar a independência.

Um albano-kosovar afirma, que não esperava qualquer decisão devido à posição da Rússia. “Precisamos do apoio dos Estados Unidos e da União Europeia e esperamos que os 27 nos ajudem a seguir em frente já que as Nações Unidas nada podem fazer.”

A província administrada pela ONU desde 1999 representa 15% do território sérvio e conta com a população de maioria albanesa.

Durante a última ronda de negociações, Belgrado apoiado pela Rússia defendeu uma autonomia alargada idêntica a Hong Kong. Uma proposta, desde logo, rejeitada pelos albano-kosovares.

Um sérvio a viver no Kosovo admite deixar a província após a independência: “Estou rodeado de albaneses é como se vivesse numa gaiola. Estou cercado de ambos os lados.”

70% dos sérvios desejam a adesão à União Europeia, mas 75% recusa que a independência do Kosovo seja o preço a pagar por essa adesão.