Última hora

Última hora

Uzbeques votam em presidenciais onde se espera recondução de Karimov

Em leitura:

Uzbeques votam em presidenciais onde se espera recondução de Karimov

Tamanho do texto Aa Aa

O Uzbequistão assistiu este domingo a eleições presidenciais que deverão reconduzir por sete anos Islam Karimov, que controla o país com “mão-de-ferro” desde 1989.

Depois de votar na capital, Tashkent, Karimov disse que “o povo sabe pelo que está a votar. Pelo dia de amanhã, pela paz, pelo desenvolvimento e pela prosperidade”.

A oposição, ilegalizada, denuncia um escrutínio fraudulento. Nenhum dos outros três candidatos pertence à oposição e ninguém acredita que podem realmente desafiar o chefe de Estado.

Karimov alterou a Constituição para poder concorrer a um terceiro mandato. Apesar da Comissão Eleitoral ter declarado como válido o escrutínio, jornalistas da agência Reuters denunciam irregularidades.

As críticas ao poder refugiam-se no anonimato.

A dissidência é pouco tolerada no Uzbequistão onde, segundo organizações dos direitos humanos há cinco mil opositores encarcerados.

Em 2005, a repressão de uma manifestação em Andijan fez centenas de mortos, gerando críticas severas do Ocidente.