Última hora

Última hora

Gryzlov sucede a Gryzlov na presidência da Duma

Em leitura:

Gryzlov sucede a Gryzlov na presidência da Duma

Tamanho do texto Aa Aa

3 semanas depois das legislativas que deram a vitória esmagadora ao partido Rússia Unida, de Vladimir Putin, novas e velhas caras reuniram-se na Duma e, como esperado, renovaram a confiança em Boris Gryzlov que já dirige o parlamento desde 2003. Gryzlov foi eleito com 356 votos a favor, 55 contra e 2 abstenções. O engenheiro de telecomunicações de 57 anos é também o presidente do partido Rússia Unida. Como manda a tradição é o deputado mais velho do parlamento que conduz os trabalhos neste dia, no caso, Zhores Alfiorov de 77 anos.

O comunista prémio Nobel da Física de 2000, não perdeu a oportunidade de analisar a situação actual do país. Utilizando um copo de champanhe como metáfora para o fosso que se alarga entre ricos e pobres, Alfiorov afirmou que há uma “larga base” de desfavorecidos que sustenta uma pequena elite e que só há uma forma de resolver o problema, partir o copo.

Na mesma linha a declaração do presidente do Partido Comunista, Gennady Zyuganov:

“A Duma não corresponde às aspirações dos cidadãos. De facto 2/3 (dos eleitores) estão contra as actuais políticas e ou votaram contra ou não foram sequer votar. Na minha perspectiva as velhas políticas vão continuar, o que não irá melhorar a qualidade de vida do povo”.

O próximo acto eleitoral na Rússia são as presidenciais, em Março. Vladimir Putin já disse estar pronto para ser primeiro-ministro se a vitória for de Dimitri Medvedev.