Última hora

Última hora

Tensão antecede ronda negocial

Em leitura:

Tensão antecede ronda negocial

Tamanho do texto Aa Aa

Anuncia-se complicada a reunião entre israelitas e palestinianos prevista ainda para esta segunda-feira. A questão dos colonatos envenevou o ambiente mas Telavive tentou desanuviar a tensão falando de prisioneiros palestinianos.

Israel disse hoje estar a reflectir sobre a possibilidade de alargar os critérios de libertação. As próximas poderão incluir detidos com as mão manchadas de sangue, de acordo com a terminologia do Estado Hebreu. Esta possível decisão surge como uma eventual medida de troca para conseguir a libertação do cabo Guilad Shalit capturado na Faixa de Gaza em Junho do ano passado.

Contudo, um porta-voz do Hamas, que controla o território mediterrânico, afirma que o soldado hebraico apenas será libertado se as condições exigidas pelas facções palestinianas forem satisfeitas.

No entanto é o anúncio de novas construções em dois colonatos que provocou a indignação da Autoridade Palestiniana. Embora Israel considere que os 740 fogos previstos se encontram em áreas de construção dentro dos colonatos já existentes, os palestinianos dizem que o Estado hebreu pretende cortar Jerusalém-Leste da Cisjordânia e assim impedir que a cidade se torne, um dia, a sua capital.