Última hora

Última hora

Legislativas provam divisão na sociedade tailandesa

Em leitura:

Legislativas provam divisão na sociedade tailandesa

Tamanho do texto Aa Aa

A Tailândia acordou dividida após as eleições legislativas do fim-de-semana. O escrutínio demonstra o fraco apoio popular ao golpe de Estado de há 15 meses, com o triunfo claro do partido do antigo primeiro-ministro Thaksin Shinawatra.

Samak Sundaravej, que dá a cara pelo Partido do Poder do Povo de Thaksin, ficou à beira da maioria absoluta com o PPP a garantir 232 dos 480 lugares do Parlamento. O cabeça de lista do PPP já convidou os pequenos partidos a formar uma coligação, mas estes não excluem a hipótese de se juntarem ao Partido Democrata, próximo dos militares.

Desde o exílio, o antigo primeiro-ministro reagiu ao resultado das legislativas. Thaksin Shinawatra, afirmou que um governo de coligação democrático só estará pronto em meados de Fevereiro, altura a partir da qual irá considerar a possibilidade de regressar à Tailândia.

Segundo os analistas, o resultado do escrutínio agrava a divisão política na Tailândia. Uma polarização que corre o risco de prolongar-se e conduzir ao conflito social.

O novo Parlamento de Banguecoque tem um mês para se reunir e outro para eleger o primeiro-ministro.