Última hora

Última hora

Candidato liberal sai da corrida às presidenciais russas

Em leitura:

Candidato liberal sai da corrida às presidenciais russas

Tamanho do texto Aa Aa

O dirigente da União das Forças de Direita retirou a candidatura às presidenciais Russas. Boris Nemtsov considera que o resultado do escrutínio está predeterminado e defende a participação de um único candidato da direita liberal nas eleições de dois de Março.

O dirigente à semelhança de outros membros da oposição como Kasparov tinha sido detido por participar em manifestações contra as políticas de Valdimir Putin, poucos dias antes das legislativas. Também, o antigo primeiro-ministro e dirigente da União Popular Democrática ameaçou abandonar a corrida eleitoral.

Mikhail Kassianov quer ver no terreno observadores da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa e igualdade no tratamento e acesso aos órgãos de informação. A prioridade do dirigente é para já reunir cerca dois milhões de assinaturas porque não conta com o apoio de qualquer força política com assento parlamentar.

Assinaturas que deverão chegar à Comissão Eleitoral Central da Rússia até 16 de Janeiro. O primeiro vice-primeiro-ministro Dimitri Medvedev é apontado como o favorito na corrida às eleições, devendo, suceder a Vladimir Putin na presidência do país.