Última hora

Última hora

Trabalhos forçados para membros da Arca de Zoé

Em leitura:

Trabalhos forçados para membros da Arca de Zoé

Tamanho do texto Aa Aa

Oito anos de trabalhos forçados – foi este o verecdito com que o Tribunal de Djamena sancionou os seis membros da ONG, Arca de Zoé. Vinham acusados de rapto e sequestro de crianças do Darfur. Alegadamente, pretendiam transportá-las para França, onde seriam adoptadas. Diziam-se ainda convencidos que se tratava de orfãos do Darfur, circunstância desmentida pelo governo do Sudão.

Gilbert Collard, um dos advogados de defesa, depois de ouvir o acordão, apelou às autoridades francesas:

“Agora, espero que o governo francês faça qualquer coisa rapidamente, que permita os regresso a casa destes seus cidadãos. Eles foram apanhados por esta armadilha, cuja única finalidade era mostrar que existe justiça no Tchad, o que não é verdade”.