Última hora

Última hora

Malta e Chipre entram na zona euro

Em leitura:

Malta e Chipre entram na zona euro

Tamanho do texto Aa Aa

Sessenta milhões de notas e 395 milhões de moedas, cunhadas na Finlândia, substituem a libra cipriota. Chipre tornou-se no último dia do ano décimo quatro país da União Europeia a adoptar o euro, em substituição da sua moeda nacional. Com 800 mil habitantes, Chipre é uma ilha dividida desde 1974 entre a parte grega, os dois terços do sul, e a República turca do Chipre do Norte unicamente reconhecida por Ankara e que utiliza a libra turca.

Malta tornou-s neste primeiro dia de Janeiro o décimo quinto país a adoptar o euro.
Em Valleta a capital do país , o primeiro-ministro, Lawrence Gonzi foi o primeiro obter a nova moeda retiradas num distribuidor automático, o mais acessível para os turistas que chegam à ilha. Trata-se de um território de 316 quilómetros quadrados e uma população estimada em cerca de 400 mil habitantes.

Com um crescimento económico na ordem dos 4% as duas ilhas não tiveram problemas em satisfazer os requisitos da Comissão Europeia.