Última hora

Última hora

Legislativas adiadas para Fevereiro

Em leitura:

Legislativas adiadas para Fevereiro

Tamanho do texto Aa Aa

As eleições legislativas no Paquistão deverão ser adiadas para Fevereiro. A garantia foi dada por um elemento da Comissão Eleitoral, organismo que após uma consulta com os partidos políticos se prepara para anunciar, esta quarta feira, a data oficial para a realização do escrutínio.

Isto no mesmo dia em que Prevez Musharraf se dirige à nação. O chefe de Estado vai procurar serenar os ânimos dos dois principais partidos da oposição, que contestam o adiamento da consulta e para quem tudo não passa de uma estratégia do partido do poder para ganhar tempo.

Asif Ali Zardari, actual líder do Partido do Povo do Paquistão sustenta, que “apesar da guerra no Afeganistão e no Sri-Lanka continua a haver eleições”, acrescentando, que “existem muitos países a seguir e exemplos a dar”. Pelo que considera que “a justificação dada pelo governo para adiar as legislativas é uma desculpa pouco convincente.”

A Comissão de Eleições do Paquistão justifica o adiamento com a instabilidade criada, após o assassínio de Benazir Bhutto. Um anúncio adiado duas vezes e que serviu para aproximar os partidos políticos de oposição a Musharraf.