Última hora

Última hora

Violência intensifica-se no Médio Oriente a poucos dias da visita de Bush

Em leitura:

Violência intensifica-se no Médio Oriente a poucos dias da visita de Bush

Tamanho do texto Aa Aa

O exército israelita matou pelo menos quatro civis e quatro activistas palestinianos na sequência de raides aéreos e incursões terrestres esta quinta-feira na Faixa de Gaza. O Hamas, que controla o território, afirma que os ataques mataram um membro da Jihad Islâmica tendo ferido outros dois.

As operações do Tsahal começaram esta manhã na cidade de Khan Younis, onde os militares israelitas lançaram uma ofensiva terrestre contra militantes palestinianos que alvejaram o Sul de Israel com ‘rockets’ de curto alcance.

Um obus disparado de um tanque israelita destruiu uma casa matando um militante da Jihad Islâmica que se encontrava perto. No ataque também morreram a mãe, a irmã e dois irmãos do militante. Mais de 20 pessoas ficaram feridas.

As hostilidades em Gaza tiveram lugar ao mesmo tempo que Israel realizava a maior operação militar dos últimos tempos na Cisjordânia. Perto de 30 pessoas foram presas em Nablus.

Um rocket lançado a partir de Gaza foi caír em território israelita junto à cidade de Ashkelon. Nunca um míssil palestiniano tinha chegado tão longe.

As operações militares em Nablus foram acolhidas com violência por parte de jovens palestinianos que utilizaram pedras para atacar os carros blindados judaicos.

A tensão aumenta no Médio Oriente a uma semana da visita do presidente Gorge W. Bush para promover o processo de paz na região.