Última hora

Última hora

Governo do Quénia aceita formar executivo de unidade nacional

Em leitura:

Governo do Quénia aceita formar executivo de unidade nacional

Tamanho do texto Aa Aa

O Governo Queniano está disponível para formar um executivo do unidade nacional.

A intenção foi anunciada oficialmente pelo presidente Mwai Kibaki depois de um encontro com Jendayi Frazer, a secretária de Estado adjunta para os assuntos africanos, enviada dos Estados Unidos a Nairobi.

Mas este aparente progresso não foi recebido da melhor maneira pela oposição que continua a exigir a demissão do chefe de Estado a quem acusa de ter usurpado o poder a 27 de Dezembro.

Willam Ruto, do Movimento Democrático laranja liderado por Raila Odinga:

“nós dissémos-lhes exactamente o mesmo que dissémos a Jendayi Frazer. Que Mwai Kibaki tem que saír e perceber que nós temos um problema neste país, e que estamos prontos a dialogar genuinamente sobre os problemas”.

Os protestos e confrontos dos últimos dias diminuiram de intensidade. No entanto há registos de incidentes isolados.

Este sábado, num bairro de lata dos arredores da capital, a polícia abriu fogo contra uma multidão para dispersar dois grupos de residentes que se defrontavam com machetes.

Entretanto, as Nações Unidas accionaram um plano de emergência para ajudar os mais de 200 mil deslocados quenianos resultantes da instabilidade política após as eleições de 27 de Dezembro