Última hora

Última hora

Bruxelas quer impulsionar inovação na Europa

Em leitura:

Bruxelas quer impulsionar inovação na Europa

Tamanho do texto Aa Aa

A Europa precisa de inovar mais. Bruxelas apresentou um pacote de medidas que visam impulsionar a inovação industrial. As medidas aplicam-se, numa primeira fase, a seis áreas: construção ecológica, energias renováveis, saúde pela internet, produtos biológicos, têxteis inteligentes e reciclagem.

A principal medida proposta pela Comissão é a redução da burocracia, e consequentemente, dos custos. Bruxelas espera, assim, aumentar a competitividade das empresas europeias no mundo.

Actualmente, estas áreas facturam 120 mil milhões de euros, anuais, na União, e dão emprego a dois milhões de pessoas. A Comissão acredita que, em 2020, elas podem dar emprego a três milhões de europeus e movimentar 300 mil milhões de euros.

Por exemplo, no caso dos têxteis de protecção inteligentes, a Comissão estima que este mercado, de 10 mil milhões de euros anuais, tem um potencial de crescimento de cinquenta por cento, nos próximos anos.