Última hora

Última hora

North Stream vai custar mais que o previsto

Em leitura:

North Stream vai custar mais que o previsto

Tamanho do texto Aa Aa

A construção do gasoduro North Stream, que vai atravessar o mar Báltico, vai custar bastante mais que os cinco mil milhões de euros previstos inicialmente.

Embora a construção só deva arrancar no próximo ano, começaram já a ser testados os tubos que vão ser usados. Esta estrutura vai precisar da aprovação de vários países, por cujas águas territoriais vai passar.

O gasoduto tem 1200 quilómetros e atravessa todo o Báltico. Sai de uma localidade próxima de São Petersburgo e termina em Greifswald, no Norte da Alemanha. O gás segue depois, por terra, para vários pontos da Europa.

As autoridades da Rússia e da Alemanha, que controlam o projecto, acreditam na boa-vontade da Suécia e dos países bálticos, apesar das objecções que têm demonstrado, nomeadamente ao nível da segurança.

A Gazprom controla 51% do consórcio explorador da estrutura, que é presidido pelo ex-chanceler alemão Gerhard Schroeder. As alemãs BASF e EON detêm também fatias importantes.

A obra deve estar pronta em 2010 e as entregas começam no ano seguinte.