Última hora

Última hora

Almunia alerta para ano difícil

Em leitura:

Almunia alerta para ano difícil

Tamanho do texto Aa Aa

Este ano vai ser mais difícil que 2007 para os membros da União Europeia. A afirmação vem do presidente em exercício, o esloveno Janez Jansa, e foi repetida pelo comissário para os Assuntos Económicos, Joaquín Almunia, em entrevista exclusiva à EuroNews.

Almunia lançou o alerta no que diz respeito às economias dos Vinte e Sete, em geral, e dos 15 membros da Eurozona, em particular: “Há alguns meses, antes do Verão, pensávamos que a Europa e a Zona Euro iriam continuar a crescer, embora menos que em 2007. Agora, com os problemas que vêm de fora, nomeadamente com a crise dos créditos de risco nos Estados Unidos e a forma como contagiou os mercados, o que torna mais difícil o acesso aos créditos, as perspectivas são piores que as que tínhamos há alguns meses”.

Apesar desta perspectiva algo pessimista, as previsões para a economia europeia têm vindo a deteriorar-se a um ritmo muito lento, à excepção de Espanha, onde o clima de confiança caíu para o valor mais baixo dos últimos 14 anos. A economia dos Quinze vai crescer, mas em desaceleração.

Na quinta-feira, o Banco Central Europeu, presidido por Jean-Claude Trichet, tem mais uma reunião de política monetária e o resultado previsível é a manutenção da actual taxa de juro de referência, nos 4%.

Os países da moeda única entram em 2008 com o euro a aproximar-se de um dólar e meio. Uma moeda demasiado forte que tem sido motivo de críticas por parte de vários governos.