Última hora

Última hora

Primárias de New Hampshire podem ser decisivas

Em leitura:

Primárias de New Hampshire podem ser decisivas

Tamanho do texto Aa Aa

No Estado do New Hampshire, vota-se em primárias que muitos analistas consideram decisivas para a corrida presidencial norte-americana.

As últimas assembleias de voto fecham à uma da manhã de quarta-feira – hora de Lisboa. Os resultados serão conhecidos duas horas depois.

Tradicionalmente, o vencedor de New Hampshire beneficia automaticamente de um aumento significativo do apoio nos Estados seguintes.

Hillary Clinton precisa desesperadamente desta vitória. A senadora de Nova Iorque, antes imbatível nas sondagens, está agora com um atraso importante em relação ao rival democrata, Barack Obama.

O senador de Illinois surpreendeu com a vitória no caucus do Iowa e, para além do favoritismo em New Hampshire, domina as sondagens nacionais.

Se ganhar, os dados do passado oferecem-lhe um futuro risonho. A nomeação como candidato nunca escapou a quem venceu no Iowa e em New Hampshire.

No campo republicano, o favorito é o veterano senador do Arizona, John McCain, que pode aqui repetir a vitória de 2000.

O New Hampshire pode representar a segunda derrota para o ex-governador do Massachussetts, Mitt Romney. O vencedor republicano do Iowa, Mike Huckabee, surge em terceiro nas sondagens.

O ex-presidente da Câmara de Nova Iorque, Rudolf Giuliani, volta a assumir um risco importante. Tal como no Iowa, quase não fez campanha no New Hampshire, reservando-se para os Estados mais populosos.