Última hora

Última hora

Praga e Varsóvia preparam instalação do escudo antimíssil norte-americano

Em leitura:

Praga e Varsóvia preparam instalação do escudo antimíssil norte-americano

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro polaco, Mirek Topolanek, foi recebido com pompa e circunstância pelo seu homólogo checo, Donald Tusk, em Praga, esta quinta-feira. Os dois chefes de governo reuniram-se com o objectivo de coordenar esforços para a instalação do escudo antimíssil norte-americano.

No final da reunião das duas delegações, o recém-eleito primeiro-ministro checo mostrou-se compreensivo em relação ao pedido de melhores condições financeiras de Varsóvia a Washington para a instalação da base militar.

De acordo com os planos do Pentágono, a Polónia deverá acolher os mísseis interceptores ao passo que na República Checa vai ser instalado um radar antimíssil.

Washington justifica a necessidade de construir uma base antimíssil no centro-leste europeu para se defender de um eventual ataque iraniano ou norte-coreano. O Pentágono pretende ter a base operacional em 2012, mas ainda não há data prevista para o início da construção do escudo.

Questionado sobre uma eventual data, Topolanek referiu que a cimeira da NATO de Abril, em Bucareste, poderá ser um bom momento para se decidir o início da instalação do projecto extremamente criticado pela Rússia, que se sente directamente visada pela política norte-americana.

E porque a cimeira da NATO está marcada para breve, Vladimir Putin, nomeou por decreto esta quinta-feira, o político ultranacionalista Dmitri Rogozin representante permanente da Rússia na Organização do Tratado do Atlântico Norte.