Última hora

Última hora

Reféns colombianas podem ser libertadas nas próximas horas

Em leitura:

Reféns colombianas podem ser libertadas nas próximas horas

Tamanho do texto Aa Aa

Renova-se a esperança na libertação das duas reféns colombianas que as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) tinham prometido entregar. O centro das operações é agora em San José del Guaviare, 340 quilómetros a sul de Bogotá. O presidente da Venezuela, Hugo Chavez, anunciou ter recebido das FARC as coordenadas do local onde estão as duas prisioneiras.

Durante uma conferência de imprensa, Chavez afirmou: “Oxalá que nas próximas horas, a Consuelo e a Carla estejam livres, assim como todas as pessoas que têm sofrido com esta situação dramática, na Colômbia e em qualquer parte do mundo”.

Para além de Chavez, é agora o governo da Colômbia que se compromete publicamente. O alto comissário colombiano para a paz, Luis Carlos Restrepo afirmou que “a Colômbia está a oferecer todas as garantias para que a libertação de Clara Rojas e Consuelo Gonzales seja bem sucedida”.

Espera-se a libertação de Consuelo Gonzalez de Perdomo , ex-deputada do parlamento da Colômbia, sequestrada pelas FARC em Setembro de 2001 e Clara Rojas, ex-candidata à vice-presidência, nas mãos da guerrilha desde Fevereiro de 2002. A libertação das duas mulheres faz renascer a esperança na libertação da franco-colombiana Ingrid Bettencourt.