Última hora

Última hora

Rojas e Gonzalez recebidas pelas famílias perto de Caracas

Em leitura:

Rojas e Gonzalez recebidas pelas famílias perto de Caracas

Tamanho do texto Aa Aa

Foi com forte emoção que os familiares de Clara Rojas e Consuelo Gonzalez receberam as duas mulheres libertadas pelas FARC depois de anos de cativeiro. A antiga colaboradora de Ingrid Betancourt e a deputada colombiana foram resgadas pela Cruz Vermelha Internacional.

Clara Rojas, esperada pela mãe no aeroporto de Maiquetía, perto de Caracas, na Venezuela, foi raptada pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia em Fevereiro de 2002, era na altura candidata à vice-presidência do país.

Rojas e Gonzalez foram libertadas na região de Guaviare numa operação coordenada pelas autoridades colombianas, venezuelanas e pelo comité internacional da Cruz Vermelha.

Estas são as imagens da libertação na selva da Colômbia.

Ao telefone a uma rádio nacional, Clara Rojas confessou não ver Ingrid Bettancourt, a ex-candidata presidencial, há três anos. Afirmou ainda que as FARC entregaram ao ministro venezuelano do Interior provas de vida de oito reféns.

Ainda na selva, mas já em liberdade Clara Rojas agradeceu ao presidente Hugo Chavez.

Clara Rojas espera agora o resgate do filho, fruto de uma relação voltuntária em cativeiro. O menino terá sido entregue a uma instituição de apoio a crianças em Bogotá.

Depois de entregar as reféns, os guerrilheiros desejaram bom ano aos presentes e voltaram a mergulhar na selva.