Última hora

Última hora

Principais partidos espanhóis colocam em marcha máquina eleitoral

Em leitura:

Principais partidos espanhóis colocam em marcha máquina eleitoral

Tamanho do texto Aa Aa

Os dados estão lançados. O PSOE do primeiro-ministro espanhol José Luis Rodriguez Sapatero aprovou as candidaturas socialistas para as legislativas de 9 de Março.

Pretendente a um segundo mandato, Zapatero centrou o seu discurso de pré-campanha na economia espanhola. Segundo o chefe de governo, as contas públicas espanholas recomendam-se.

“A economia funciona. E nós gerimos bem as contas públicas. Vamos encerrar o exercício de 2007 com um superavit superior a 2 % do Produto Interno Bruto (PIB).

Também em Madrid, numa conferência intitulada “mais igualdade, um emprego melhor”, o lider da oposição Mariano Rajoy prometeu uma discriminação positiva, na área económica.

O dirigente do Partido Popular propôs uma redução de impostos selectiva. “Vamos estabelecer uma redução adicional dos impostos sobre o rendimento, que irá até mil euros anuais, aplicável a mais de 3 milhões de mulheres trabalhadoras”, disse.

A incógnita nas eleições de Março reside no novo partido fundado pela socialista dissidente Rosa Diez, o União, Progresso e Democracia. O UPD já aprovou a sua lista de candidatos.