Última hora

Última hora

Citigroup publica prejuízo trimestral

Em leitura:

Citigroup publica prejuízo trimestral

Tamanho do texto Aa Aa

Pela primeira vez desde a fundação do Citigroup, em 1998, o grupo apresentou um prejuízo trimestral. O maior banco dos Estados Unidos publicou perdas relativas ao quarto trimestre do ano passado, o que vem piorar o panorama da crise que afecta o sector.

O prejuízo, no trimestre, foi de 6,8 mil milhões de euros. A facturação esteve a caír 70%, para os cinco mil milhões. O Citigroup teve um encargo extraordinário de 12,5 mil milhões de euros com os créditos de risco.

O grupo vai agora fazer um aumento de capital, de quase nove mil milhões de euros, e anunciou ainda uma redução do dividendo em dois quintos.

O analista Guillermo Kopp explica os problemas vividos pelo banco: “O Citigroup ainda não resolveu os problemas que tem. Fez alguns ajusamentos, mas a solução final é, sem dúvida, vender uma parte do negócio, ou pelo menos alguns activos, o que faz parte deste anúncio”.

Estes números provam que a crise que está a ser vivida no sector bancário está ainda longe de estar terminada.

Na Europa, a principal vítima de toda esta crise, o banco britânico Northern Rock, teve esta terça-feira uma assembleia-geral decisiva. Os presentes votaram em massa a favor da proposta que impede a administração de fazer novos aumentos de capital e vender mais activos.

Confusão foi o que sentiram vários pequenos accionistas que foram à assembleia. Disse um homem, “estou confuso com o que se está a passar. Não sei se o governo quer ou não enganar os accionistas, que ainda são donos da empresa, e o pessoal do banco”.

Os dois principais accionistas convenceram os pequenos detentores de acções a limitar os movimentos da administração e evitar o que acreditam ser o despedaçar do banco, que foi recentemente salvo da bancarrota pelo Banco de Inglaterra.