Última hora

Última hora

Belgrado pede à ONU para rejeitar independência do Kosovo

Em leitura:

Belgrado pede à ONU para rejeitar independência do Kosovo

Tamanho do texto Aa Aa

A Sérvia apela às Nações Unidas para rejeitarem uma declaração unilateral de independência do Kosovo. O pedido foi feito pelo presidente sérvio, face ao Conselho de Segurança da ONU. Boris Tadic sublinhou que a resolução 1244, aprovada pelas Nações Unidas em 1999, “garante a soberania e a integridade territorial da Sérvia”.

Tadic voltou a dizer que o seu país “nunca reconhecerá” a independência kosovar e vai munir-se de “todos os meios democráticos, legais e diplomáticos” para “preservar a soberania e integridade da Sérvia”. O chefe de Estado garantiu, no entanto, que Belgrado não vai “recorrer à violência e à guerra”.

Os líderes albano-kosovares preparam-se para declarar a independência, o que poderá acontecer pouco tempo depois das eleições presidenciais do próximo domingo na Sérvia.

Após uma intervenção à porta fechada no Conselho de Segurança da ONU, o primeiro-ministro kosovar, Hashim Thaci, disse que “o Kosovo está pronto, unido e (…) muito em breve tomará uma decisão, esperando o reconhecimento da comunidade internacional, incluindo Washington e Bruxelas”.

Tudo indica que Pristina contará com o apoio da maioria dos países da União Europeia e dos Estados Unidos, que consideram que a falta de acordo entre sérvios e albano-kosovares mostra que é inútil continuar com o diálogo. Moscovo é o único aliado de peso de Belgrado.