Última hora

Última hora

Itália: primeiro-ministro assume pasta da Justiça

Em leitura:

Itália: primeiro-ministro assume pasta da Justiça

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro italiano, Romano Prodi, vai assumir, de forma interina, a pasta da Justiça, na sequência do pedido de demissão de Clemente Mastella.
O ministro pediu, quarta-feira, a demissão, após ter sido decretada a prisão domiciliária da mulher, por suspeitas de corrupção. Horas mais tarde viria a saber-se que Mastella também está a ser investigado.
“No discurso, que imagino ter sido o mais difícil e sofrível da sua longa vida política, Clemente Mastella falou como homem, ofendido na honra e ferido nos seus sentimentos mais nobres. Como ministro, colega, político e amigo, transmito-lhe toda a minha profunda solidariedade”, disse, quinta-feira, Romano Prodi, um dia depois de se ter recusado a aceitar a demissão de Mastella.
“Falei com o presidente Prodi e confirmo a minha demissão. Confirmo-a por causa da minha dignidade, da minha honra, porque não quero sentir-me como qualquer um da classe política”, afirmou, quinta-feira, o ministro da Justiça, mantendo o pedido de resignação, entretanto, aceite pelo presidente da República,

SOT 2

Mastella reafirmou também a inocência dele e da mulher… O ex-ministro anunciou que o seu partido, o UDEUR, se considera fora do Governo, mas que continuará a apoiá-lo… Mas disse também que não aceitará compromissos como antes… Uma frase que põe em causa o Governo, que precisa dos três deputados do UDEUR para manter a maioria…