Última hora

Última hora

George W. Bush declara guerra à recessão.

Em leitura:

George W. Bush declara guerra à recessão.

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente norte-americano fez um discurso, esta tarde, em que promete trabalhar em conjunto com o Congresso para evitar que a economia mergulhe no vermelho. 1% do Produto Interno Bruto vai ser investido para dar impulso ao crescimento.

“A nossa economia tem alicerces sólidos, mas há áreas muito preocupantes. A economia está ainda a criar emprego, embora a um ritmo reduzido, o consumo continua a crescer, mas o mercado imobiliário está em declínio”, disse George W. Bush.

Este 1% do PIB corresponde a 145 mil milhões de dólares, ou seja, 99 mil milhões de euros. As previsões apontam para que o país entre em recessão durante pelo menos metade deste ano.

Depois de um sólido crescimento em 2005, o ritmo abrandou ligeiramente em 2006. Os números definitivos do ano passado ainda não são conhecidos, mas prevê-se uma forte quebra no ritmo de crescimento, para 1,8%. Um valor que deve caír ainda mais, para 1,2%, este ano.

Ben Bernanke, presidente da Reserva Federal, prometeu igualmente dar o tudo por tudo para evitar a recessão. À vista pode estar um corte de meio ponto na taxa de juro. O dinheiro posto à disposição pelo Congresso e pela Casa Branca vai ser investido em reduções fiscais, que devem incentivar o consumo.