Última hora

Última hora

Sérvios poderão ter uma segunda volta

Em leitura:

Sérvios poderão ter uma segunda volta

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente sérvio pró-europeu, Boris Tadic, candidato a um segundo mandato reafirmou hoje o seu compromisso com a Europa após ter votado. As sondagens prevêem um combate cerrado que poderá ser decidido só na segunda volta do sufrágio marcada para 3 de Fevereiro. Tadic mostrou o seu optimismo e acredita contudo que a Sérvia continuará o seu caminho rumo à Europa, “porque dela depende o futuro deste país em particular para a nova geração, estou muito optimistas em relação aos resultados desta noite”, declarou.

Bóris Tadic partiu para esta corrida com 30% de intenções de voto contra 33% para o nacionalista Tomislav Nikolic uma margem apertada entre os dois rivais que deixa ainda muita esperança ao aliado de Moscovo. “Não haverá mais chantagens nem humilhações. A Rússia é o parceiro mais próximo da Sérvia. O nosso caminho para a Rússia está aberto, se a União Europeia quiser abrir-nos as suas portas sem nos levantar mais obstáculos ficaremos contentes de nos juntarmos à União Europeia”. Face à crise económica, os sérvios mostram-se descontentes com a política e nostálgicos da era Milosevic, o que poderá favorecer o discurso nacionalista do candidato do partido radical sérvio.

Os Estados Unidos e a União Europeia querem a reeleição de Tadic, por considerarem que é o mais capaz de resistir a um provável crescendo do nacionalismo na Sérvia quando os líderes albaneses do Kosovo proclamarem a independência à qual Belgrado se opõe ferozmente, fortemente apoiada pela Rússia.